Inquérito
São/Ser... Marinheiros da Armada PRT
Por Opção de Carreira
Por gostar dos Navios
Pelo prazer no Mar
Ver Resultados

Rating: 3.7/5 (1547 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...

Links de e para M. Serra

 

OOOooOOO

      

Brandy

Vídeo de Brandy

 

bandeira

 

ROTEIRO DIGITAL DA REGIÃO

 

 ÚLTIMA
Actualização
03/2017

 

bussula

 

Locations of visitors to this page

Agradecido

Pelas Visitas.

Seria gentil e

agradável

deixar Comentário

no Livro de Visitas

 

G ¡£ ö ¢ ä

 

associações

 

Os comentários são da

exclusiva responsabilidade

dos seus autores. Eliminarei

os comentários injuriosos

detectados ou que me

sejam comunicados.

G ¡£ ö ¢ ä

 

Gil

 Virgilio

 

Artur Agostinho

Sou do Sporting

«E sou um gajo porreiro»

ARTUR AGOSTINHO

 

 oooOOooo

 

rotagenda

 

Alertas de mau tempo atuais para Portugal

 

OOOooOOO

VIDEOS DA ARMADA E....

Navios da Armada Portuguesa

 Escola de Fuzileiros

Creoula

Fuzileiros para sempre

Fuzileiro mergulhador

Boina dos Fuzileiros

 


Giloca....





Toque Silêncio de Portugal...
À memória de meu Avô Materno F.S.S. -  Antigo Cobatente da 1ª Grande Guerra


 



oooOOOooo


 




Official Video HD - Powered by Portugal


 


Virgílio Virgílio


 



Tempestade no Mar 


 


Portugal the place to Grow


 


 


oooOOOooo


 


"Abril abriu-te a alma ao canto da rola brava."


de: Fred Craveiro


 


-------///-------


 


P. F. deixem um comentário... são eles que me dão o PRAZER de continuar a Editar esta Página. Ela também foi criada com o intuito de vos satisfazer da melhor maneira que sei e posso... Agradecido!


 


Coração animado


Para vós, que me visitais..... 


 A Mulher


 Ofereço esta Imagem a todas as mulheres e homens que me visitam...


"A Mulher"... Um dos Seres vivos mais perfeitos sobre a Terra.


V


rosa animada


Para todos os que me visitam...



Trem da Vida....



Digno de ser visto... nossos Aparelhos e Tripulantes da TAP
Aterrar de emergência num aeroporto do Canadá.


O que foi feito para salvar um passageiro que sofreu um ACV a bordo de um dos nossos aviôes em viagem de Lisboa para Nova Iorque.


 


Rosa


 


 


 Portugal... A beleza da simplicidade


Agradecido desde já... pela visita!


----///----


Meu Deus


Dá-me a serenidade


 De aceitar


As coisas que eu não posso mudar


A coragem


Para mudar as coisas que posso,


E a sabedoria


 De conhecer a diferença.


 


********
"Nós aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes,
mas ainda não aprendemos
a conviver como irmãos."
  
 
******** 
 
  
Dez Razões para Visitar Portugal
 
 
 
000oo000

 Atenção aos Direitos de Autor em alguns conteúdos no Site


000oo000


Simplesmente Profundo......... Escutar com atenção.
O Menestrel - William Shakespeare


Video o Menestrel


O Menestrel - William Shakespeare


leme


Alguns" dos "artigos" procurados na Net foram inseridos neste Site... por essa razão : 


 Se alguém se sentir lesado com "algum artigo"... Textos, fotos, imagens, clips, musica, vídeos ou outros aqui inseridos. Basta enviar um é-mail, para  o/os (artigos) serem retirados imediatamente. Assim sendo, peço desculpas pelo incómodo:
Agradecido
VC


oooooooo////oooooooo


 


Nome : Virgilio 


Natural de : Uma bonita cidade do Oeste


 País : Portugal


Nascido em : Abril


Situação : Viúvo


Profissão : Pintor Decorador


Estudos completos : Admissão ao liceu e....


Estudos incompletos : Curso Industrial


Diploma : Mergulhador Autónomo


OUTROS CURSOS E CERTIFICADOS


- Artilharia (especialidade na Armada)


- Curso de Marinheiro


- Curso de Patrão de Costa


- Curso de Patrão Motor


- Curso de Segurança Industrial e Privada


- Curso de 1° Secorros e intervenção cardíaca


- Curso de Prevenção de Incêndios


- Maniamento de Armas


- Perseguições diversas


- Self Defesa.


- Curso de Medidor Orçamentista


PASSATEMPOS


- Leitura


- Cinema


- Pintura


- Música


- Mar


- Pesca submarina


- Pesca costeira à cana e de barco


- Passear à beira mar


- Campo


- Noite


- Conversar com amigos


- Adoro a "Bica"


1)


Demorei tempo a me decidir por uma página web, mas cheguei à conclusão que: para o que tenciono fazêr, será a melhor opção a tomar.


- Porque penso... que o percurso da minha vida é interessante.


- A minha infância foi um pesadelo, vêr mesmo um martírio.


- Na minha adolescência... alguns erros.


- Em tanto que marido... difícil para minha esposa, causa (política).


- O ser pai : sempre ou quase um prazer... depois algumas ???????.


- A minha vida profissional : um total prazer e orgulho... com alguns precalços pelo caminho.


A seguir, escrevi uma obra literária... a minha "autobiografia" ainda não editada...


( Estou na fase de vêr se encontro alguém que seja capaz e o queira fazer. )


Tem o título : GILOCA... "A Vida de um Catraio"


Criado e educado por minha avó materna por "motivos diversos", como todos aqueles que são criados pelos avós... já que os pais "não poderam ou não quiseram" saber do fruto - descuido - ou abuso de seus amores.


Também aquela por quem me apaixonei muito novo e perdi para sempre, após me ter sido "roubada por algo", em que a aceitação por vezes vai até aos limites do desespero.


 É SEM DÚVIDA ALGUMA UMA HOMENAGEM A ALGUMAS MULHERES DO MUNDO, SOBRETUDO ÀS AVÓS QUE : MUITAS VEZES CRIAM E EDUCAM OS FILHOS DOS FILHOS SEM NADA PEDIR EM TROCA, SEM UM ÚNICO QUEIXUME.


 



Avó Maria


Nota: É um trabalho colossal, sem nehuma retribuição e muitas vezes, com pouca gratidão de quem tem a obrigação de o fazer.



Eu e minha esposa


Diaporama: "Aurora... Despertar da Vida"


Meu Deus... como  o tempo corre:


Faz hoje 25 anos (18/12/1991) que partistes M. P. M. C..... mas estás sempre nos nossos corações até à Eternidade.


 


bouquet


Velas e Flores... em memória dos saudosos "entes" que me foram muito queridos.


 



Homenagem àquela bela moça e grande mulher... por quem me apaixonei com apenas 16 anos!....


estrela


Texto e Video... que julgo adequado para mais uma vez elogiar os trabalhos e vidas de certas Mulheres que foram e sabem ser Mulheres – Senhoras – Mães e Avós.


 estrela


Ser Mulher


Ser mulher é viver mil vezes em apenas uma vida, é lutar por causas perdidas e sempre sair vencedora, é estar antes do ontem e depois do amanhã, é desconhecer a palavra recompensa apesar dos seus actos.


Ser mulher é caminhar na dúvida cheia de certezas, é correr atrás das nuvens num dia de sol e alcançar o sol num dia de chuva.


Ser mulher é chorar de alegria e muitas vezes sorrir com tristeza, é cancelar sonhos em prol de terceiros, é acreditar quando ninguém mais acredita, é esperar quando ninguém mais espera.


Ser mulher é identificar um sorriso triste e uma lágrima falsa, é ser enganada e sempre dar mais uma chance, é cair no fundo do poço e emergir sem ajuda.


Ser mulher é estar em mil lugares de uma só vez, é fazer mil papéis ao mesmo tempo, é ser forte e fingir que é frágil para ter um carinho.


Ser mulher é se perder em palavras e depois perceber que se encontrou nelas, é distribuir emoções que nem sempre são captadas.


Ser mulher é comprar, emprestar, alugar, vender sentimentos, mas jamais dever, é construir castelos na areia, vê-los desmoronados pelas águas e ainda assim amá-las.


Ser mulher é saber dar o perdão, é tentar recuperar o irrecuperável, é entender o que ninguém mais conseguiu desvendar.


Ser mulher é estender a mão a quem ainda não pediu, é doar o que ainda não foi solicitado.


Ser mulher é não ter vergonha de chorar por amor, é saber a hora certa do fim, é esperar sempre por um recomeço.


Ser mulher é ter a arrogância de viver apesar dos dissabores, das desilusões, das traições e das decepções.


Ser mulher é ser mãe dos seus filhos e dos filhos dos outros e amá-los igualmente.


Ser mulher é ter confiança no amanhã e aceitação pelo ontem, é desbravar caminhos difíceis em instantes inoportunos e fincar a bandeira da conquista.


Ser mulher é entender as fases da lua por ter suas próprias fases. É ser "nova" quando o coração está a espera do amor, ser "crescente" quando o coração está se enchendo de amor, ser "cheia" quando ele já está transbordando de tanto amor e "minguante" quando esse amor vai embora.


Ser mulher é hospedar dentro de si o sentimento de perdão, é voltar no tempo todos os dias e viver por poucos instantes coisas que nunca ficaram esquecidas.


Ser mulher é cicatrizar feridas de outros e inúmeras vezes deixar as suas próprias feridas sangrando.


Ser mulher é ser princesa aos 20, rainha aos 30, imperatriz aos 40 e especial a vida toda.


Ser mulher é conseguir encontrar uma flor no deserto, água na seca e labaredas no mar.


Ser mulher é chorar calada as dores do mundo e em apenas um segundo já estar sorrindo.


Ser mulher é subir degraus e se os tiver que descer não precisar de ajuda, é tropeçar, cair e voltar a andar.


Ser mulher é saber ser super-homem quando o sol nasce e virar cinderela quando a noite chega.


Ser mulher é acima de tudo um estado de espírito, é ter dentro de si um tesouro escondido e ainda assim dividi-lo com o mundo.


Autor desconhecido.


 estrela


Tomar nota que:
Tudo o que aqui escrevo (Autobiografia) é o fruto (de tudo) ao longo da minha vida... certas passagens foram escritas na altura (muitos anos) e transferidas para estas páginas muitas vezes ao (presente) dando a impressão que foram escritas no momento.
Outras, escrevo ao (passado) como se me tivesse esquecido de algo e voltado atrás, mas na verdade certos (feitos vividos) não poderiam ter sido escritos na altura... tornar-se-íam provas contra mim no Governo de então. Não é minha intenção, nem nunca foi (dito ou feito) com intenção de prejudicar terceiros, mas sim dizer certas verdades que ainda hoje estão na história e são mentiras, mesmo fazendo conhecer seus autores e seus conteúdos, ninguém as desmente...............
Assim sendo e não havendo contestações, tudo fica no esquecimento. Como podem dormir descansados e em paz consigo próprios, todos aqueles que de uma maneira ou de outra causaram/causam danos imensos a terceiros? Certos Senhors/as não passam de "Párias" que enchem todas as Sociedades do Mundo.


 


estrela


2)
- Esta obra é uma crítica a mim mesmo, a tudo e a todos... sobretudo à Sociedade em que vivêmos. É uma chamada de atenção aos responsáveis... às crises de consciência e não só, iguais a muitas outras. Certos abusos de poder sem represálias de lado nenhum. Corrupção até às mais altas camadas da nossa Sociedade.  


- Os Doutores que nos saiem caros e não nos sabem Governar.


- Os Professores que não podem educar, porque... o Ministério da Educação e não só, é um caos total (salve-se quem puder), o ensino estagnou no tempo.


- Os "governados", ovelhas tresmalhadas e caladas pelos futebóis, télénouvelas, avés marias... porque os "mandachuvas" só querem : fama, riqueza, poder, putas, putos e vinho verde. AO QUE CHEGÁMOS !...


- Pouco ou nada se aprendeu e avançou... se acaso digo mal, então onde está o avanço, mudança, esperança que tantos Portuguêses tiveram com o 25 de Abril de 1974. Muitos viveram sacrifícios, lutas, desesperos, sofrimentos, etc... sem resultados? Nada na vida foi em vão, demos aos nossos filhos um País em Liberdade e eles saberão cuidar dela, porque se assim não for... o Fascismo espreita sempre e..............


3)
- Voltar ao "passado" não interessa a ninguém e a minha obra serve também para lembrar os que tiverem esquecidos ou se sentirem tresmalhados. Não foi escrita só para isso, ela é também uma homenagem à avó que me criou e educou... à minha querida esposa que teve a paciência e o mérito de aturar as minhas "andanças"... e a todos aqueles que de uma maneira ou outra, me ajudaram a dar os bons passos, sempre em frente.Também a todos aqueles que um dia leiam a minha obra e que se sintam dentro de alguns parâmetros nela narrados... não se deixem cair na desgraça, nem no abandono do vosso Ser... atrás de tempos, tempos virão. A vida é feita de muitos maus momentos para uns, com alguns bons pela frente, de vêz em quando. Esses bons momentos devem-nos dar a força de continuar. Os "outros", não acreditem que eles têm sempre bons momentos, porque quanto mais ricos, ou melhor na vida, maiores são os problemas e eu não queria estar na pele de muitos deles... Segundo diz o ditado (maior é a queda, quando de muito alto se cai .) Até ver, é na terra que se têm momentos de felicidade e que pagamos os nossos erros também.


- Uma infância muito dificil, uma adolescencia que me poderia ter levado ao crime, uma vida de adulto semeada de peripécias. Desde acusações mal honestas, diversas deserções, prisão militar, fugas, contactos com toda a espécie de gente, roubando para comêr, pancadaria, passagem ilegal de froteiras, militante político, revolucionário, delegado congressista, diplomado disto, certificado daquilo, outros cursos, chefe de empresa, reabilitado, amnistiado, agraciado, comerciante e por fim livre, mas ainda no sistema.


Quero deixar aqui dois poemas :


1 - Dedicado a minha esposa, quando do seu falecimento.


 



 


"AURORA", DESPERTAR DA VIDA


Mãe !
Mãe querida
Sei que te fostes embora e aceito
No mais fundo do meu Ser, eu quero...
Quero guardar aquilo que fostes e ainda és.
Fostes o Ser do meu Ser e soubestes ser
Fostes a mãe que sempre sonhei
O sonho que quero ser
A minha amiga confidente que soube escutar
A conselheira do caminho a tomar
Fostes feliz à tua maneira nesta vida...
"A vida que Deus te deu"
"Ele" chamou-te e tu correstes.
Fizestes bem, querida mãe
A tua obra continua...
Os quatro pedacinhos do teu Ser, estão contigo
Sabes!... Vai cair a noite, é tempo de dormir
Levo-te no pensamento
Amo-te do coração
Cedinho acordo
Acordo com a convicção...
Que esta Aurora é o despertar da vida
Mãe... Mãe querida.


Autor : Virgílio Cordeiro
Fonte : "Giloca"... A Vida de um Catraio           


Tem Direitos de Autor


 


---//---


 


 2-Aquilo que senti durante muitos anos e que a seguir exponho.


"Dor"


O meu peito doía
e nem sabia que meu pequeno coração chorava
Chorava a minha amargura
e aquela que fazia sentir aos outros
A incompreensão pelos "grandes"
Não saberem fazer seus deveres
Olhava os cães, os gatos, os passarinhos e as árvores
Quería-me sentir como eles,"livres"
Livre das penas, queixas, dós
Das "misericórdias" dos outros
Dos "coitadinhos" em qualquer lado


Autor : Virgílio Cordeiro
Fonte : Giloca... "A vida de um Catraio"
            


Tem Direitos de Autor 


---//---


 CITAÇÕES


 


Autor: La Bruyère, Jean de Fonte: "Os Carácteres"


" No início, os filhos amam os pais. Depois de um certo tempo, passam a julgá-los. Raramente ou quase nunca os perdoam "


 


---//---


 


"ALGUMAS PASSAGENS DA MINHA AUTOBIOGRAFIA"


 


Pobres humanos, sejam quais forem as raças, nações, cores e religiões, ao que se aventuram. Todos os esforços que se fazem à procura do bem-estar, fugindo da miséria, obrigando-nos muitas das vezes a fugir à realidade à custa de tantos sacrifícios, procurando em outros lugares aquilo que poderíamos ter no nosso País e na nossa casa, junto daqueles que nos são queridos. Para se ter um pouco de pão, liberdade, bem-estar, etc. aquilo que somos obrigados a aceitar fora. Certos de nós, espezinhados moral e físicamente, etc... nos marcaram e marcam para todo o sempre.


A corrupção, mentira, abuso, roubo, etc. é preciso acabar com eles. As pessoas estão caladas pelo medo e se calam ainda mais porque não existe confiança em ninguém. Outros que estavam e estão calados, contribuem para o nosso mal-estar, injustiças, pobreza, miséria e abusos de toda a forma. E "outros" ainda há custa destas criaturas vão fazendo riquezas que de sério nada têm. É certo que os lucros levam as pessoas a cometer disparates e a ir mais longe, mas há Leis que são para se cumprir... se há Leis Decretadas e não se cumprem, então qualquer coisa está errada e nisso a Justiça é culpada... se o dito Ministério nada pode ou não quer fazer, é porque o Governo tem culpas e se o Governo nada consegue ou não quer fazer ainda, então seus membros não prestam porque não têm capacidade para, ou não sabem Governar.


Como é hábito em Portugal desculpam-se uns aos outros (Responsáveis e Partidos), tratam-se de incapazes e que outros fazem melhor... nós estamos fartos, deixem-se de desculpas e vamos ao trabalho, sério, honesto, capaz, com profissionalismo, integridade, ética... ao fim de contas são vocês os Doutores... façam-nos ver que sabem e querem trabalhar. Ou estão aí para enganar, ganhar fama, enriquecer? Primeiro querem a supremacia financeira, seguindo-se-lhe a supremacia política ou vice-versa... uma ou outra vão dar ao mesmo. Como chegam a essas supremacias?


Muitos deles deixam rasto atrás, mas os compadrios e outros arramjam-se para que se safem sempre. Quando são descobertos esses coitadinhos... ninguém acredita, ou não há provas, ou há então tanta rascalha metida pelo meio que, quanto mais se mexe na "caca", mais mal cheira. Má vontade de levar os bandidos, ladrões e vigaristas, abusadores de crianças e outros à Justiça e daí a uma condenação por crimes disto ou daquilo. Os tribunais estavam e estão numa miséria, corrupção, falta de pessoal devidamente preparado, educado e consciente do papel que têm a desempenhar. Os Processos estão sem ordenação, em que os mesmos desaparecem pura e simplesmente, ou são metidos de cima para baixo, conforme e por vezes os gostos ou "notas" que vão caindo para uns... para outros, os funcionários doentes ou incapazes, não são substituídos.


Os Juízes e Promotores de Justiça quando querem fazer o trabalho como deve ser, são automáticamente transferidos ou destituídos do lugar em que se encontram, por outros de melhor conveniência.


A Polícia ou outro corpo policial, mesmo que faça seu trabalho com abnegação e zêlo, são deixados desacreditados e de mãos atadas, muitas das vezes por essa mesma Justiça colocar na rua ou "soltar" os deliquentes. Devem ter a impressão que o trabalho que fazem não tem proveito nenhum... deixando-os incrédulos e sem vontade de continuar.
Já não falando daqueles que são os tais corruptos e mal-educados que o brio profissional não conhecem e que se tornam pela mesma ocasião tâo deliquentes ou mais, que aqueles que metem dentro. É em relação a estes que vou dizer o que penso :


Toda a gente pode ser incriminada, injustamente julgada.


Os polícias por vezes "inventam" provas, mentem. Eles prendem, batem, incriminam, inculpam, por vezes assassinam. Eles foram formados para proteger e servir o sistema e não os indivíduos. Quem pode confirmar isso, é quem sofreu injustamente de acusação, inculpação, julgamento, e condenação.


Como se pode ter confiança em certas gentes que aplicam a Lei e a Justiça, que à partida devem ser e considero "íntegros", "idóneos"... e alguns falham ?


Alguns polícias que "escondem" ou "fabricam" por vezes as "provas", que obrigam a dizer o que querem que seja dito... Alguns Advogados e Juízes que "favorecem" as "condenações" , ou têm "tendencias" para não se chatearem muito e logo o fazem porque "elas" levam à "fama" e ao "sucesso"... Nunca se viu ? Estarei enganado?
Tudo isto me dá a impressão que é uma reciclagem mons.............


Por vezes :


Há "outros" que na Sociedade em questão "vestem smoking" e o mais engraçado é que são os tais "oportunistas", os corruptivos e corruptos que na labuta pelo bem-estar material não olham a meios para o alcançar.


Então aí sim, se olharmos bem vemos de tudo um pouco. " Presidentes fantoches, Ministros de meia-tijela, Generais de ostentação, Médicos, Engenheiros e Advogados de salão, Arquitectos topeiras, Gerentes de Sociedades, Chefes e meios-chefes... pobres de espírito".


Tudo e todas as classes sociais têm culpas no cartório, mas :
Claro que eliminando todas esta rascalha imprópria para consumo, ainda há os bons, porque temos que acreditar que ainda os há. Mas aquela maioria silenciosa que se deita e acorda sempre a pensar no mesmo... a "fama e o lucro"... os meios com que se obtém não interessa desde que não haja à partida grandes perigos, não se importando com as vítimas ficadas para trás... vêm-se logo a avançar, a meta final é sempre a mesma. Esses sim, merecem um bilhete à Portuguesa, « o só de IDA e pelo lado do..................................................


«Toda a sociedade que pretende assegurar a liberdade aos homens deve começar por garantir-lhes a existência»


Autor: Blun, Léon


Como é que se consegue viver no futuro se não aprendêmos com os erros passados, que se continuam a cometer ( que os deixam cometer), que não se castiga ninguém ( porque se protegem), que se mudam as pessoas, organizações, doutrinas ou ideologias, (mas que a imundice é sempre a mesma).


Mudam-se os partidos políticos, ficam as mesmas mentalidades, pelo menos é isso que se costuma dizer e com razão.Quando se lê, ou se sabe por informações públicas diversas, que a fortuna de mais ou menos 358 pessoas (as mais ricas em dólares) é superior ao rendimento anual de 45% dos habitantes mais pobres (ou seja 2,6 mil milhões de pessoas), algo está mal ! Como é isto possível ? É esta "disparidade" que me deixa preplexo, confuso, com raiva mesmo da "Sociedade" em que vivemos e suas consequencias... se não se fizer atenção, caminhamos para uma "desintegração" total da humanidade... portanto, (todos aqueles que compôem a dita Sociedade, todos nós). Ela transforma-se... não é na maioria das vezes escolhida pela totalidade dos que a compôem... Mas sim por uma pequena maioria dos que se sentem implicados, responsáveis, mas não sérios nem íntegros... e estes metendo em "lugares chaves" do Governo, indivíduos, organismos, ideologias políticas ou religiosas, com membros mais ou menos corruptos, estão a colaborar para essa mesma decadencia, porque não há procedimento disciplinar, civil, penal ou outro para com os "faltosos" os malandros de casaca bem bonita "mas que cheira mal" da nossa sociedade. Eles protegem-se e irão continuar a se proteger por muito tempo como é hábito, enquanto os membros desta mesma Sociedade continuarem a ficar aberradamente fora do contexto "como a maioria Portuguesa", quero dizer : nada fazer para que essa Sociedade mude ou seja mudada... em prol da grande maioria, do bem de todos nós.......


G¡£ö¢ä 

Em Construção



MAS AFINAL.... QUEM SOU EU ?


 


Virgílio


Nascido em 1944.


Natural de uma linda cidade do Oeste... Caldas da Rainha


Único filho (pela parte do pai) de um casal destroçado pelo divórcio logo a seguir a minha nascença.


Criado e educado por uma Avó extraordinária, que fez o que lhe foi possível com a magra Pensão da CP.


Fiz a minha Admissão ao Liceu com 10 anitos.


Frequentei o Curso Industrial "5 Ano" de noite não o finalizando.


Comecei a trabalhar com a idade de 7 anos... fazendo recados, dando serventia a pedreiros, pintores de automóveis, mecânicos.


Aos 15 anos fui para Lisboa e entrei como aprendiz mecânico na ROVER.


Com 15 e meio (quase 16) Alistei-me como Voluntário na Armada.


Apenas com 16 comecei a namorar a sério a maravilhosa moça que foi minha esposa.


Aos 20 fui pai e as 25 já tinha 4 filhos (dois rapazes e duas raparigas.)


Com 22 anos fugi para a França clandestino "longa história de política e tropa".


Tinha 23 anos quando entrei para a Política a sério ASP, depois (PS) do qual sou um Fundador dos 27, sou um dos "7 votos contra" com nome falso e na clandestinidade, longa "história" também.


Delegado Congressista a este Congresso na clandestinidade pelo Núcleo da ASP de Paris.


Fui o Fundador e um dos Responsáveis pelo Núcleo ASP de Osny-Pontoise.


Após o 25 Abril de 1974 entrei em Portugal no princípio do mês de Maio, apresentando-me às autoridades Militares da Marinha e logo requisitado à mesma pelo MFA até fins de Junho de 74. Levei Baixa do Serviço Activo e passei à Reserva da Marinha, seguindo para França onde tinha a minha residência e exercia a minha profissão de Pintor Decorador.


Depois do 25 Abril de 1974 pertenci a diversas mesas como militante do PS em trabalhos políticos que requeriam elementos políticos dos três Partidos, a saber: PS, PC, MDP-CDE, como por exemplo no Consulado Português de Nogent S/Marne, etc


Depois Delegado do P.S. pela Emigração do Núcleo de Paris ao 1o Congresso do P.S. em Lisboa 1974, como podem ver na imagem a seguir.


Imagem/Foto dos Delegados pela Imigração (França) ao 1 Congresso do PS em Outubro de 1974... à chegada ao Aeroporto da Portela. Foto da Net... J/Noticias?


Delegados Portuguerses Congressistas do PS pela "Olhando de frente sou o primeiro à direita"


Pertenci aos que fizeram "Cisão" no PS com Manuel Serra (meu familiar e amigo) e Fundada a FSP fui um dos responsáveis da mesma em França.


Após a extinção (nunca houve oficialmente) da referida FSP deixei a Política em 1975, dedicando-me de vez à minha pequena família que deixara de ver de vez em quando.


Saí da França definitivamente em fins de 1979 regressando a Portugal.


Criei uma pequena Empresa de Decorações com loja aberta de onde consegui sobreviver durante quase 11 anos.


A recessão chegou e com muitos sacrifícios consegui aguentar mais uns anitos e para não ir há falência emigrei com minha esposa e duas filhas para o Canadá onde me encontro ainda hoje.


O resto podem descobrir no Site que criei.


Agradecido pela leitura


Virgilio


Pequena introdução:


Hoje, sinto-me Honrado por ter dado a minha contribuição às Forças Revolucionárias, Políticas e Militares na instauração da Liberdade e Democracia em Portugal.


Bem hajam... a todos aqueles que o fizeram e também aqueles que o queriam fazer e não lhes foi possível.


Tirando-lhe o fascismo e todas as más recordações e sofrimentos dos Portugueses, cada qual nas suas épocas, mas (esta, a minha época) sobretudo na música e outras :
Hahahahahah, como foi boa!....


Também mais esta informação:


O Livro


Giloca... A Vida de um Catraio


Autobiografia


Ainda não foi editado, estou a espera de ver se arranjo um Editor que o queira fazer.


Também porque esperei alguns anos... Contém muitas acusações a Pessoas e Instituições, maneiras de pensar e agir.


OOOooOOO


  barra


 Meus PPS


estrela


 


  


Bem, Gostaria de dizer algo sobre estes PPS.


Nada se faz sem esforço.... penso que sem conhecer a informática consegui fazer algo para deixar a meus filhos/filhas, netos e netas.


Algumas pessoas... Tantas misérias que se têm na vida para criar os filhos, educá-los da melhor maneira que se sabe e se pode.


Tudo ou quase está na Mente dos responsáveis.


Tudo ou quase está também na Vontade de meter mãos à obra.


Sem deixar de falar do tão doloroso Sacrifício que muitos pais passam, sem nunca deixar vir ao de cima um... queixume... apenas lágrimas de nada poder fazer mais!


Quem faz os filhos, são dois Seres que já foram filhos também.  Muitos deles não estando preparados para isso fazem asneiras... assim como parte de toda a gente.


O problema não está nisso, mas sim na... Responsabilidade e Vontade mútua de chegar sempre a um consenso dos dois e ambos chegarem ao fim da meta, deixá-los pelo menos no caminho de serem por sua vez os Homens/Mulheres e Pais do amanhã.


Sendo eu um filho único do mesmo pai e por ele abandonado... sou também meio irmão de seis excelentes raparigas, cada qual à sua maneira na vida, não deixam de ser minhas irmãs.


Criado por uma avó materna que foi uma sacrificada para me dar a comida, vestir e calçar, assim como a educação naqueles momentos difíceis, apenas com a sua magra Reforma da então C.P. (Caminhos de Ferro Portugueses).


Essa vida fez de mim um garoto não amado paternalmente, mas já com um elevado sentido de responsabilidade para com os filhos. Dizendo-me muitas das vezes que meus filhos nunca seríam abandonados. Mais tarde com minha esposa resolvemos justamente jurar um ao outro que o faríamos até à maior idade deles do melhor que soubessemos e podessemos.


Mas os pais não são donos desses mesmos filhos, embora responsáveis por eles até à maior idade pelo menos. Mais tarde eles farão as escolhas das vidas deles e muitas vezes escolhem mal, mas nada podemos fazer se não aconselhá-los, mostrar-lhes o bom caminho, ou aquele que penssamos seja o melhor.


Eles tiveram exemplos de muita coisa na vida durante essa adolescência, uns aprenderam, outros não. Hoje adultos e pais de certo farão pelo melhor. Nós estamos na rectaguarda, apenas vendo e sentindo e ao mínimo alerta que possamos fazer, por vezes existem revoltas inadequadas da parte deles que nos fazem mal... a partir daí sentímo-nos estranhos na vida deles.... afastando-nos a cada dia um pouco mais... mas a dor continua cada vez maior.


Então para que tudo não fique perdido no tempo, certas pessoas como eu, não deixam ditos, mas escritos do que nos vai na alma, no peito, no coração muitas vezes desfeito. Porque vimos e sentimos que por muito que se diga, por muito que sofram, nunca aprendem e continuam a fazer os mesmo erros, as mesmas escolhas de vida, as mesmas responsabilidades não medidas, os sacrifícios que se tornam vãos, a vontade que já é pouca, e  por fim os sacrifícios que a nada levam, se não a fazerem dos filhos outros iguais a eles. Por fim arrepender-se-ão, mas já se tornará tarde, porque pouco ou nada poderão fazer.


Não tendo feito muito, penso que fiz o que pude e disso estou orgulhoso hoje... de ter os filhos que tenho, porque além de tudo não são assim tão maus como isso.


Bem-hajam!


Passem o rato por cima para ver quais os pps operacionais!


Poema "Aurora... Despertar da Vida" 


estrela


Meus Pais e eu 


estrela


Virgilio Cordeiro e Familia


estrela


A quem me marcou mais.


estrela


Virgilio Cordeiro e a Armada 


estrela


Telas de Virgilio Cordeiro


estrela


 Filhos, Filhas, Netos e Netas


estrela


Aos pequenos que hão-de ser grandes


estrela


Album de Paula Gonçalves


estrela


 Animais Estimação


estrela


Minhas... seis Irmãs


estrela


Fotos de Paisagens e Pessoas... Pessoais


estrela


Em memória da Lurdes


estrela


Fotos tiradas no Quebéc - Canada


estrela


Diapo Brandy


estrela


Poema à Mãe... Piedade M. Cordeiro


estrela


Diapo para Lurdes


 estrela


L´Aube pour Raymond et Alice Marquier


estrela


 Poemas de Virgilio Cordeiro 01


estrela


Poemas de Virgilio Cordeiro 02


estrela


Quadras a uma Rainha


estrela


A. Agostinho


estrela


A. Roy Roberge


estrela


Literatura de A. Agostinho


estrela


Tulipa Rosa


estrela


Paz e Silencio


estrela


Família Cordeiro


estrela


Olhar teu Rosto


estrela


Ilídio e Lurdes


estrela


Cortesias Amargas


estrela


Aurora


estrela


Sonho de Idoso


estrela


estrela


estrela


 estrela


Não se esqueçam de fazer uma visita ao : LIVRO DE VISITAS


 


livro de visitas


 


Importante: Se algum de vocês for proprietário de alguns destes imagens, fotos, artigos, textos, etc. e não queira que sejam publicados neste site, fico agradecido que mo digam... retirarei imediatamente


 


 OOOooOOO


Autobiografia / Esclarecimento


 


 


Citações de José Saramago


Autobiografia



Lastimo imenso... mas retirei todas as páginas da Autobiografia, a saber:
Giloca... "A Vida de um Catraio"
A razão é simples:
Qualquer Tradução da mesma originava "erros de leitura e interpretação no texto".
Queiram-me desculpar.



Giloca


estrela


virgilio


 


bussola


 


Esta obra é dedicada a minha esposa e avó materna, (estes dois excelentes e excepcionais Seres Humanos que ... "entre outros", foram e representaram tudo para mim).


Criado e educado por minha avó materna, por diversos "motivos", com todos aqueles que são criados pelos avós ... Já que os pais  "não puderam ou não quiseram" saber do fruto - descuido - ou abuso de seus amores.


Também aquela por quem me apaixonei muito novo e perdi para sempre, após me ter sido "roubada por algo" (com uma sensação em que) a aceitação, por vezes, vai até aos limite do desespero.


estrela
SEM DÚVIDA ALGUMA, UMA HOMENAGEM A TODAS AS MULHERES DO MUNDO ... SOBRETUDO ÀS AVÓS QUE: MUITAS VEZES EDUCAM E CRIAM OS FILHOS DOS FILHOS, SEM NADA PEDIR EM TROCA ... SEM UM ÚNICO QUEIXUME.


barra


 


Não se esqueçam de fazer uma visita ao : LIVRO DE VISITAS


 


livro de visitas


 


Importante: Se algum de vocês for proprietário de alguns destes imagens, fotos, artigos, textos, etc. e não queira que sejam publicados neste site, fico agradecido que mo digam... retirarei imediatamente


 


estrela


 

topo